Waack esclarece o que ocultam os votos de Toffoli e Gilmar em condenação do STF (Veja o Vídeo)

Olhando sempre mais adiante, o jornalista William Waack vê com preocupação o resultado do julgamento da 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que condenou o deputado Nelson Meurer.

É a primeira vez que um político com foro privilegiado é condenado no STF. Olhando desta forma um fato bastante positivo.

Meurer foi condenado por unanimidade a uma pena de 13 anos, 9 meses e 10 dias, devendo iniciar o cumprimento em regime fechado. Ele ainda terá que indenizar a Petrobras em R$ 5 milhões de reais.

Porém, a preocupação manifestada por Waack reside no fato de que os votos dos ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes, divergiram das teses que impactaram os esquemas de corrupção na Operação Lava Jato.

A tese apresentada poderá trazer problemas para a Lava Jato, lá na frente. Waack prevê muita acidez nas discussões, em breve.

Veja o vídeo e entenda o caso:

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça