Jurista Modesto Carvalhosa propõe Intervenção Civil no país

Um dos mais respeitados juristas do Brasil, Modesto Carvalhosa defendeu nesta segunda-feira (4), em entrevista ao jornal ‘Estadão’ a ‘Intervenção Civil’ no governo.

Modesto Carvalhosa quer “quebrar a substituição de um político profissional por outro”.

Para o jurista, até a crise desencadeada pela greve dos caminhoneiros foi uma contestação contra a autoridade constituída, “por força da arrogância da Petrobrás”.

Ele defende que os detentores de mandatos renunciem em favor de uma “intervenção civil”.

“Ao invés de haver uma convocação do Exército, deveríamos ter uma convocação da sociedade civil. Uma intervenção civil no governo. Ou seja, o Temer deveria renunciar, deveria haver a eleição de uma pessoa representativa da sociedade. Para fazer com que comecemos a mudar todo esse plano eleitoral, a questão da relação dos agentes públicos com o setor privado. Acabar com os privilégios do setor público.”
Na visão do jurista, a classe política deveria ficar de fora desse pleito.
“Para o Brasil, é a hora de parar tudo e começar de novo. Sem golpe militar. Os militares não estão interessados nisso.”

Fonte: Estadão

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política