Os trunfos do militonto: Chico Buarque, Caê, Boff, Folha, a campeã do BBB e o Lula de crochê

- Bati!

- Como assim, "bati"?

- Bati. Olha aqui o que eu tenho: Chico Buarque, Caetano Veloso, Leonardo Boff, Reinaldo Azevedo e Tatá Werneck.

- Nana nina não. Eu tenho Ministério Público, 3000 evidências, 22 provas, uma penca de delações premiadas e uma condenação em primeira instância.

- Vamos pra uma segunda rodada, então.

(...)

- Bati de novo!

- Já?

- Bati. Tenho a Folha de Sáo Paulo, o El País, o Brasil 247, o Le Monde e a Laerte. Urru!

- Pois eu tenho uma confirmação por unanimidade em segunda instância, aumento de pena, recusa de recurso no STJ e 6 x 5 no plenário do STF.

- E desde quando isso conta? Olha o que eu tenho aqui, na manga: Globonews! E tenho a campeã do BBB. Chupa, golpista!. E tenho quase todo o elenco da novela das nove. E tenho a Fátima Bernardes! O povo não é bobo / Eu tenho a TV Globo!

- Melhor de três, então.

(...)

- Bati.

- Peralá, a gente nem acabou de distribuir as cartas!

- Bati antecipadamente porque tenho direito a reparação histórica, porque estou do lado certo e a História me absolverá, assim como a Geografia (a Matemática e as Ciências não precisam, porque eu sou de Humanas). Bati porque as regras desse jogo são uma opressão linguística, bati porque você jogar pôquer é apropriação cultural, e bati porque sim. Bati.

- Mas olha aqui: tenho o Direito Penal, a Constituição, o...

- E eu tenho o Lula de crochê que o Duvivier deu pra filha, tá ligado? Bati.

Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Eduardo Affonso

Comentários

Notícias relacionadas