Câmera revela que Joesley visitou Gilmar no período em que fazia gravações para a delação

O encontro entre o empresário Joesley Batista e o presidente da República Michel Temer, quando houve aquela fatídica gravação, ocorreu no dia 7 de março de 2017.

Portanto, em março de 2017 o empresário já estava operando visando conseguir benefícios para a sua delação premiada.

A câmera de monitoramento do Instituto de Direito Público (IDP), a faculdade do ministro Gilmar Mendes, comprova que no dia 1º de abril de 2017 o ministro recebeu no local a visita do empresário Joesley Batista.

As Câmeras do IDP registraram o dia e horário da visita. Dia 1º de abril de 2017, às 18:59. Neste horário Joesley era recepcionado pelo próprio Gilmar e pela então diretora do instituto Dalide Corrêa.

Naquele dia, Joesley estava em franca atuação para viabilizar provas para a sua delação premiada. Já havia inclusive gravado o presidente.

Parece óbvio que para esse encontro com Gilmar, Joesley foi munido do gravador.

É certo que esse encontro foi gravado. Porém, a conversa havida nunca foi revelada.

Fica o questionamento: quem detém esse segredo?

Amanda Acosta

Articulista e repórter
[email protected]

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas