Juíza vai indeferir estúdio e TSE não irá permitir exibição de vídeos já gravados, mas PT já tem outro plano

A Justiça não pretende amolecer ante aos pleitos absurdos do PT e dos advogados de Lula.

O pensamento das autoridades envolvidas é de que, pela condição de ex-presidente, muitas regalias já foram permitidas a Lula. Chegou a hora de apertar o cerco para que o petista brevemente possa cumprir sua pena como preso comum.

Nesse sentido, a autorização para transformar a cela em um estúdio, solicitada pelo advogado Cristiano Zanin, afim de que o presidiário possa gravar vídeos para um eventual programa eleitoral, será negada pela juíza Carolina Lebbos. Não tenham dúvida.

Da mesma forma, o TSE não irá permitir a exibição de uma série de vídeos que Lula gravou antes de ser preso.

Por outro lado, a intenção da corte é obstar o registro da candidatura, que a senadora Gleisi, presidente do PT, garante que vai registrar no dia 15 de agosto.

Assim, no PT, começa a ganhar ênfase o plano do deputado Arlindo Chinaglia.

A ideia é lançar outro candidato agora, que renunciaria faltando 20 dias para a disputa eleitoral, dando lugar a Lula.

É apenas mais um plano infame dos petistas, que certamente não será permitido.

Eles se julgam muito inteligentes e acima da lei.

Felizmente, o Brasil está mudando.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça