O ministro trapalhão e trapaceiro

Assim foram os 14 anos da era PT...

Repletos de trapalhadas e trapaças.

Guido Mantega representa com precisão esse período nefasto de nossa história.

Como ministro da fazenda, no mínimo, omitia os seus negócios. Deixava de prestar a devida declaração de suas transações. E, neste ponto ele é confesso.

Ocupando um dos mais importantes cargos da República, ele, no mínimo, agia criminosamente dando um péssimo exemplo para todo o povo brasileiro.

Mais do que isso, Guido, usando a sua condição de ministro, atuava fortemente na captação de dinheiro ilícito para o PT e para os petistas. Dai a sua permanência no cargo por tanto tempo.

Na condução da economia, Guido foi uma lástima. Na captação de recursos ilícitos foi extremamente eficiente.

Assim, a tônica sempre foi, em nome das trapaças, todas as trapalhadas serão perdoadas.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política