A Folha e sua campanha irresponsável e difamatória contra o juiz Sérgio Moro

Mais um Fake News da Folha.

Os interesses submersos do jornal Folha de S.Paulo são verdadeiramente inconfessáveis e incompreensíveis. Salta aos olhos, o nível de jornalismo tacanho e inescrupuloso que desenvolve.

Na edição desta segunda-feira (11) o jornal dá continuidade a uma campanha irresponsável e difamatória contra o juiz Sérgio Moro.

O título da esdruxula matéria: Moro passa afastado em média 2 dias por mês para viajar dentro e fora do país.

O texto começa com uma mentira deplorável, uma lamentável ‘fake news’, especialidade do jornal:

Para assistir à ópera diretamente do camarote real em Mônaco, no início do mês, o juiz Sergio Moro precisou tirar uma licença de cinco dias de suas atribuições na 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).
É mentira! Moro não foi a Mônaco assistir ópera. O juiz viajou para ser homenageado na quarta edição do Brasil Mônaco Project. Inclusive, na oportunidade, em seu discurso, agradeceu às autoridades do país pela cooperação internacional com as investigações da Lava Jato – diversos citados na operação enviaram valores desviados da Petrobras para contas no principado.

Na sequência, o medíocre texto segue relacionando uma série de viagens do magistrado.

Ora, nenhuma delas foi paga com dinheiro público e em nenhum momento o juiz deixou de trabalhar, pois mesmo ausente de Curitiba continuou atuando remotamente, tomando decisões importantes para o país, mesmo à distância.

O texto em nenhum momento analisa a excepcional produtividade do juiz Sérgio Moro, o número de despachos, o número de sentenças, as inúmeras condenações e, o principal, os valores estratosféricos já recuperados para o país.

Em suma, presta um desserviço à nação e ao seu público leitor, cada vez mais reduzido.

É lamentável!

O texto do jornal pode ser lido neste link: (Veja aqui)

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas