Gilmar pede “arrego” ao STF e leva nova descompostura de procurador

Nesta terça-feira (12) Gilmar Mendes pediu arrego. Ele quer providências do Supremo Tribunal Federal (STF) contra os procuradores da Lava Jato. Veja o que disse o ministro:

“A toda hora temos procurador no Twitter atacando esta corte, desqualificando magistrados, mas nenhuma providência se toma, criticando decisões do STF. Eles (…) são partes interessadas. É preciso que nós respondamos. Evitando que em pouco tempo tenhamos tortura em praça pública. Caminha-se para isso”, disse Gilmar, em plena sessão da corte.
Tão logo o senhor supremo fez esta declaração, pedindo covardemente socorro a seus pares – que também já foram vítimas de ataques verborrágicos do ministro, casos de Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Luiz Fux - tomou uma nova descompostura do procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima.

O destemido membro do Ministério Público Federal postou a manchete do Estadão sobre o pedido de arrego de Gilmar e a resposta merecida.

“Gilmar fala coisas completamente sem sentido e faz correlações descabidas na sua ânsia em atacar a Lava Jato.”

A Lava Jato não tem medo de cara feia...

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça