Senadores querem emplacar projeto que prevê o compartilhamento de todas as informações sigilosas do MP e PF

Os políticos pretendem ter absoluto controle sobre todas as investigações realizadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

É a nova trama contra a Lava Jato que está em franco andamento no Senado Federal, em Brasília.

A ideia é extremamente maligna, indecente e sem nexo.

O projeto ‘brilhante’ de Antonio Anastasia, parceiro inseparável de Aécio Neves, prevê que tanto o MP, quanto a PF e até mesmo a polícia civil, seriam obrigados a compartilhar informações sobre investigações ainda em curso com TCU, Cade, Banco Central, CNJ e até comissões parlamentares.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, “a proposta prevê a criação de um ‘banco de dados digital unificado’ que incluiria listas de pessoas físicas ou jurídicas alvo de investigação, interceptações, escutas ambientais e quebra de sigilo. O material seria gerido pelo Ministério da Justiça”.

Na prática é o compartilhamento de todos os dados sigilosos, imprescindíveis para o sucesso das investigações, com a própria bandidagem.

Um absurdo. Uma verdadeira piada.

A sociedade tem que estar sempre atenta, pois os inimigos da Lava Jato e da luta contra a corrupção, jamais irão se dar por vencidos.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça