Dirceu, Estevão e Geddel: bandido é bandido, mesmo preso

Estevão, por ser um milionário e há mais tempo preso, é o ‘dono do presídio. Faz o que quer. É tido como o rei da Papuda.

Facilmente encontrou nas mentes perversas de Geddel e José Dirceu, dois grandes parceiros.

Juntos, o nefasto trio articulou um esquema de favorecimento envolvendo agentes públicos, dentro do presídio.

A varredura nas celas fez com que a cúpula da penitenciária da Papuda fosse integralmente demitida.

Estevão, Geddel e Dirceu, os três cumprindo pena pela prática de corrupção, corromperam a cúpula do presídio.

É a desmoralização do sistema prisional. Criminosos transformando o presídio num hotel e colocando servidores públicos para serem seus meros serviçais.

De qualquer forma, fica configurado o mau comportamento dos três meliantes. O que inibe a progressão da pena.

Que cumpram a pena em sua integralidade.

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça