Patrocinada pelo mesmo advogado de Gilmar, STF livra Gleisi do xilindró (Veja o Vídeo)

Vejam só a coincidência...

O ministro Gilmar Mendes move uma ação contra o Jornal da Cidade Online.

Quando divulgamos em primeira mão que Gilmar não poderia atuar no caso ‘Eike Batista’, em razão do fato de sua esposa, a advogada Guiomar Mendes, ser integrante da banca jurídica que atuava na defesa do empresário, indignado com a revelação, o ministro propôs ação indenizatória contra o jornal, feito este que tramita em Brasília, na qual já contestamos e oferecemos Reconvenção.

Pois bem, assinou a petição inicial na referida ação proposta pelo ministro, o advogado Rodrigo Mudrovitsh.

Coincidentemente, na sessão desta terça-feira (19), ocupou a tribuna para fazer a defesa de Gleisi Hoffmann, durante o seu julgamento perante a 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o mesmo Rodrigo Mudrovitsh.

Assim, extremamente bem servida de advogado, Gleisi já conta com votos suficientes para se livrar de qualquer possibilidade de prisão, em função desse processo.

O STF está dando para a senadora petista, um incentivo para que ela prossiga em sua rotina de constantemente desafiar a Justiça, às autoridades e a lei.

O voto de Edson Fachin chega a ser patético, pois reconhece que a importância de R$ 1 milhão de origem ilícita, foi utilizado na campanha da senadora, mas a absolve da prática de corrupção e lavagem dinheiro, admitindo apenas o chamado caixa dois.

Gilmar Mendes, por sua vez, acatou integralmente a tese do advogado Rodrigo Mudrovitsh, assim com Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski.

Gleisi está completamente livre, pelo menos por enquanto.

É lamentável.

Veja abaixo o vídeo com parte da leitura do voto de Fachin:

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça