Lava Jato, MP e PF “não dão espetáculos”, Ministra

‘O ser humano, tenha feito o que for, não é troféu para ser exibido’, a senhora disse, criticando a ‘espetacularização das prisões’, no julgamento que decidiu pelo fim da polêmica ‘condução coercitiva’, apesar do seu voto ter sido favorável a ela.

E quanto à ‘espetacularização da corrupção’, montada covardemente por políticos corruptos, fazendo do nosso povo e deste país ‘alvos de exibição’?

Todos nós, inclusive os representantes da nossa justiça, não fomos expostos, até internacionalmente, por essa ‘armação covarde e podre’, produto da ganância desmedida?

Veja, então, que não é a Lava Jato, o MP e nem a PF que ‘espetacularizam’ o que quer que seja. Nem o Juiz Moro e outros juízes sérios como ele.

A verdade é que o desempenho desses profissionais precisa e deve ser muito maior do que a ‘maquinação ardilosa’ dos nossos inimigos. Daí o uso da ‘condução coercitiva’, que, como a senhora bem sabe, está longe de ser ‘medida arbitrária do Estado’, Ministra.

Ela é, isto sim, ‘medida eficaz’ e não deveria ter sido descartada. Muito menos com argumentos como o do Ministro Gilmar Mendes: ‘o uso indiscriminado das conduções coercitivas é subproduto das megaoperações conduzidas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal por meio de estratégias de marketing’.

O que ninguém argumenta, nem mesmo a senhora, Ministra, é que a Lava Jato, o MP e a PF vêm se empenhando em dar fim a esse ‘show de horrores’, que foi montado por mentes e mãos sujas. Inescrupulosas.

E a nossa ‘suprema justiça’ deveria ser a primeira a apoiar essa tarefa árdua

Do contrário, este Brasil corre o risco de experimentar outro espetáculo ainda mais infeliz: o da omissão, seguida de desespero.

É por tudo isso que nós, o povo, estamos com a Lava Jato, o MP e a PF, Ministra.

Afinal, a ‘moralização’ precisa entrar em cartaz. Com ou sem ‘críticas e proibições descabidas’. Definitivamente.

L. Oliver

Redatora e escritora, com diversos prêmios literários, e autora de projetos de conscientização para o aumento da qualidade das sociedades brasileira e global. Participa do grupo Empresários Associados Brasil, que identifica empresas e profissionais em busca da excelência em produtos e serviços no país e no Exterior. Criou e administra o grupo “Você tem poder para mudar o Brasil e o mundo”, de incentivo à população no combate à corrupção. https://www.facebook.com/groups/1639067269500775/?ref=aymt_homepage_panel

Siga-nos no Twitter!

Mais de L. Oliver

Comentários

Notícias relacionadas