Lava Jato ganha novo prêmio internacional, que será entregue na terra de Nelson Mandela

A IAP - International Association of Prosecutors - única associação mundial de procuradores e promotores, acaba de conceder mais um prêmio para os procuradores da República integrantes das forças tarefas da operação Lava Jato, em Curitiba e no Rio de Janeiro e do grupo de trabalho da Procuradoria Geral da República (PGR).

A entrega do prêmio será realizada em setembro em Johanesburgo, na África do Sul, durante a 23ª Conferência Anual da associação.

Os procuradores brasileiros receberão o Special Achievement Award (Prêmio por Realização Especial).

A premiação é concedida a um procurador, promotor ou grupo de procuradores que demonstrou dedicação especial no exercício de suas atividades profissionais. Em carta encaminhada à Associação Nacional dos Procuradores (ANPR), a entidade internacional destaca que a honraria será concedida em razão das notáveis conquistas da Lava Jato no fortalecimento do estado de direito no Brasil, combatendo a corrupção e a fraude em grande escala.

Ironicamente o prêmio será entregue na terra de Nelson Mandela, o líder sul africano e Prêmio Nobel da Paz de 1993, a quem o mais destacado criminoso preso pela Lava Jato tenta falsamente se comparar, tentando vender para o mundo a imagem de que é um preso político, quando na realidade foi condenado por ter se chafurdado no mar de lama da corrupção.

Fonte: Site do MPF

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça