No estrito cumprimento do "serviço sujo" do PT, PSDB e PMDB

Não é de hoje que Lewandowski, Toffoli e Gilmar despiram a toga e assumiram ser o que todo mundo sabe que eles são: representantes no STF de grupos de interesses ligados à velha ordem política brasileira.

Lewandowski e Tóffoli fazem o serviço sujo do PT. Gilmar, o de PSDB e PMDB. Na segunda turma, juntam forças para sabotar a Lava Jato e atender os interesses dos responsáveis pela sua presença e permanência naquela corte.

Você pode xingá-los de canalhas, venais, safados, biscates e vermes. Mas pode ter certeza: eles não ligam.

O seu meme, o seu textão, o seu esbravejar nas redes sociais não movem, em nenhum deles, um fio de sobrancelha sequer.

O que fazer, então?

Vão aqui quatro sugestões muito simples de como usar o seu voto em outubro para responder ao Trio Parada Dura do STF:

1 - Ao escolher um DEPUTADO FEDERAL, pergunte se ele é a favor de uma Emenda Constitucional que mude os critérios de escolha e/ou o tempo de permanência dos ministros do STF na Corte. Vote em um deputado que se proponha a limitar o tempo de serviço dos ministros dos tribunais superiores a 20 anos. Ou aguente Dias Toffoli até 2042.

2 - Ao escolher um SENADOR, pergunte se ele é favorável ao impeachment de Gilmar Mendes. Já há vários pedidos de impedimento do Boca de Sapo no Senado e senadores dispostos a patrocinar a causa. Mas nada acontecerá nessa legislatura, enquanto Eunício Oliveira e o PMDB mandarem na casa. Com a nova composição, 2/3 dos senadores serão trocados e a sorte de Gilmar pode mudar.

3 - Ao escolher o PRESIDENTE, pergunte que perfil de ministro ele tem em mente para substituir Celso de Melo e Marco Aurélio Mello, que se aposentarão em 2020 e 2021, respectivamente. Só vote em candidatos que se comprometam a indicar ministros que apoiem a Lava Jato e sejam a favor do cumprimento de pena após condenação em segunda instância. Ou aguente os bandidos de colarinho branco de volta às ruas, a começar por Lula.

4 - Ao escolher o ocupante de QUALQUER CARGO, não vote em ninguém de PT, PSDB e PMDB. Esses três partidos são os responsáveis pela sustentação dos mais podres esquemas da política brasileira - inclusive de seus prepostos no STF.

(Texto do jornalista Erick Bretas)

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça