Marco Aurélio defere liminar para soltar Eduardo Cunha

Parece óbvio que o objetivo do grupo de ministros que atua contra a Lava Jato e a favor da impunidade é escancarar às portas da cadeia.

Nesta quinta-feira (28) o ministro Marco Aurélio concedeu liminar favorável ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, o ex-deputado Eduardo Cunha.

Cunha só não será solto porque contra ele existem duas condenações e nas mãos de Marco Aurélio caiu apenas um dos casos.

De qualquer forma, fica evidenciada a ação orquestrada a favor da bandidagem.

É lamentável.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça