Zé Dirceu tem até terça (3) para ir até Curitiba colocar tornozeleira, sob pena de nova prisão

Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) segue afrouxando para a bandidagem, o juiz Sérgio Moro cumpre com extrema competência o seu papel.

Ante a decisão da infame Segunda Turma pela soltura de José Dirceu, imediatamente o magistrado da Operação Lava Jato determinou que o criminoso petista compareça a Curitiba, até o dia 03 de julho, para colocar a sua tornozeleira eletrônica.

Moro considerou que com a liminar determinando a soltura, devem ser retomadas as medidas cautelares, que além da colocação da tornozeleira, incluem a proibição de deixar o país e de se comunicar com outros acusados ou testemunhas.

Dirceu foi condenado em segunda instância a 30 anos e 9 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na Operação Lava-Jato e começou a cumprir pena em maio passado, no presídio da Papuda.

Caso não compareça, não há dúvida de que Moro decretará novamente a sua prisão.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça