Toffoli assegura o "escárnio" e determina que Dirceu fique sem tornozeleira

Os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) ultrapassaram todos os limites da falta de responsabilidade, da estupidez e da proteção escancarada a bandidagem.

Após providenciarem a soltura do criminoso reincidente José Dirceu, neste domingo (2), em regime de URGÊNCIA, o ministro Dias Toffoli assegurou a liberdade plena para o meliante e desautorizou o uso de tornozeleira, que havia sido determinado pelo juiz Sérgio Moro.

Vale salientar que a rigor, esse ministro deveria se dar por suspeito para julgar qualquer coisa ligada a um criminoso da laia de José Dirceu.

Toffoli, além de amigo intimo, foi assessor de Dirceu quando este surrupiava os cofres públicos na Casa Civil.

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça