Seduzida por Haddad, Manuela ficará "na rua da amargura"

A ‘presidenciável’ Manuela D’Ávila nunca foi uma ‘presidenciável’ de verdade.

A deputada estadual do PCdoB gaúcho, nunca teve a real intenção de ser candidata a presidente da República ou, pelo menos, sempre esteve ciente de que não conseguiria atingir o estágio de ‘competividade’.

O objetivo da espertalhona sempre foi tão somente aparecer na mídia, como ocorreu há poucos dias quando foi entrevistada no programa ‘Roda Vida’, na condição de ‘presidenciável’.

Assim, estaria pavimentando sua caminhada de retorno à Câmara Federal, imaginava Manú. No momento adequado ‘abandonaria’ o engodo da candidatura majoritária.

Porém, o PT acena com a vaga de vice de Fernando Haddad, numa chapa Haddad-Manuela, PT-PCdoB.

Haddad parece ter conseguido seduzir Manú.

Assim, a previsível derrota de Haddad colocará a comunista numa condição nunca antes experimentada desde que entrou na política com 20 anos de idade.

Manuela vai ficar sem mandato e sem emprego.

Noutras palavras, finalmente terá que trabalhar.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política