Gilmar recebeu sem trabalhar da UnB, ficou quieto e agora está sendo cobrado

Gilmar Mendes é professor concursado da UnB, mas está licenciado de seu cargo.

Porém, durante um determinado período da licença, o ministro recebeu sem trabalhar. Um erro da universidade.

É de se supor que o ministro sabia que estava recebendo uma verba indevida.

Todavia, Gilmar manteve-se silente durante o período em que a grana caiu em sua conta, entre agosto e dezembro de 2017, . Até o 13º salário foi pago, por engano.

Mais de R$ 20 mil foram pagos indevidamente.

Descoberto o erro, o ministro em nota garantiu que vai devolver a grana e pediu que fosse emitida guia de pagamento para ressarcimento.

Menos mal. De qualquer forma, não é essa a atitude que se espera de um ministro do Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Revista Crusoé

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre