O Direito no corredor...

Há um paciente no corredor e, como eu já disse, há um ‘Direito no corredor’. O Corredor é palco de um Teatro. A peça é uma tragédia chamada Brasil. Neste domingo (8), com as barbaridades protagonizadas por mais um militante petista dentro do Poder Judiciário, assistimos a mais um ato dela.

Não me perguntem se Favreto “podia ou não ter feito o que fez”. Não tenho a mínima ideia: nunca entrei dentro de uma Faculdade de Direito, não sou advogado, mas pago imposto, nasci aqui e sou cidadão. Afirmo, isso sim, que Favreto não poderia estar na posição que estava, que está lá cumprindo uma missão para seu Partido, não para a Justiça do seu país.

O PT já havia liquidado com a Medicina, com a Educação e agora (agora não, já começou faz tempo) está liquidando o Direito.

O Brasil está tomado, infectado, parasitado por “Favretos”. Há Favretos dentro dos hospitais, tribunais, quartéis... A Universidade está tomada por Favretos, na Igreja o Favreto é o “padre” e na “comunidade” o Favreto é o líder: são as metástases desta doença imunda chamada PT que tomou conta da Nação.

Domingo mataram o Direito, agora ameaçam matar o Dr. Sérgio Moro. Acredito que Moro pode se salvar, mas o Direito não e quanto mais cedo o Brasil entender que não existe mais reserva moral, espaço para manobra legal capaz de salvar o Estado Brasileiro da Organização Criminosa Petista, melhor.

Não há salvação dentro da Lei. A Lei está sendo operada pela legião de vagabundos, pederastas, alcoolistas, viciados, estelionatários... pela ralé, pela escória gayzista, feminazista, pelos recalcados, pelos incompetentes e pelos histéricos do Poder Judiciário que ganharam de presente um cargo de Desembargador ou de Ministro do STF e agora querem retribuir soltando Lula e permitindo que ele concorra na Eleição de outubro.

Salvar a Justiça (da maneira que se salvou domingo, mantendo Lula na cadeia) significa MATAR o que ainda sobrou da Lei, do rito, do trâmite normal, do respeito pelo devido processo legal. Não é mais possível conter o câncer, não se pode parar os vagabundos petistas, sem violar a Lei.

O que aconteceu ontem vai se repetir. Quem se apavorou com Favreto espere para ver o que Toffoli (perto de quem Favreto é um “anjo”) vai fazer quando chegar à Presidência do STF.

Enquanto esperamos, o Exército continua com seus posts dizendo que “se for necessário” vai intervir. “Se for necessário”?? Pelo amor de Deus! O Estado de Direito desmoronando, os advogados perdidos sem saber mais no que acreditar, a maior crise institucional da História e eles dizem que “se for necessário” vão intervir??

Favreto deveria ser afastado hoje do seu cargo no TRF-4! Mais do que isso: não poderia nem ter chegado ao cargo que chegou depois de vinte anos como militante de uma Organização Criminosa envolvida com o Tráfico de Cocaína e a Lavagem de Dinheiro na América do Sul! Organização que destruiu a Economia do país quando colocou na sua direção primeiro um bêbado analfabeto, depois um quadrúpede búlgaro estocador de vento.

Milton Pires

Médico cardiologista em Porto Alegre

Mais de Milton Pires

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça