Excluído do “Golpe do Plantonista”, advogado abobalhado reaparece, desmoralizado (Veja o Vídeo)

Há quem dia que Cristiano Zanin torceu para que Lula não fosse solto.

Como conheço bem o seu perfil, medíocre e arrogante, não tenho nenhuma dúvida.

Cristiano Zanin se sentiu aliviado com o desfecho do ‘golpe do plantonista’. Lula seria solto por três patéticos deputados, após inúmeras e infrutíferas tentativas dele, como advogado do presidiário.

Todavia, uma coisa é certa, Lula nunca esteve tão perto de ser solto.

Os deputados Pimenta, Paulo Teixeira e Wadih Damous demonstraram que são mais eficientes na trapaça do que o advogado abobalhado.

Aliás, Zanin não é eficiente em nada. É um autêntico zero a esquerda, que teve a ‘sorte’ de se casar com a filha do principal ‘laranja’ de um chefe de uma organização criminosa travestida de partido político.

Está rico, mas é um frustrado, profissionalmente derrotado, incompetente e de uma extrema ‘pequenez’, capaz de torcer contra o seu principal cliente, como fez certamente no episódio de domingo, pois não era o protagonista da chicana.

Nesta segunda-feira (10), aliviado, reapareceu em Curitiba.

Em sua entrevista, denota-se o seu desconforto e abatimento.

Veja o vídeo:

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas