Ex-presidente do PT e advogados de sindicato são condenados à prisão por estelionato

Denúncia feita em 2012 finalmente resultou na pena de prisão por estelionato para o ex-presidente do Partido dos Trabalhadores do Amazonas Valdemir de Souza Santana e para os advogados Celso Valério Vieira e Amadeu Maués Filho.

O caso aconteceu em 2009 quando o petista presidia o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas.

O trio sumiu com bens avaliados em R$ 7,4 milhões que estavam penhorados para pagamento de dívida trabalhista da empresa Benq Eletroeletrônicos Ltda.

O ex-presidente do PT terá que cumprir pena de 7 anos e 7 meses de prisão.

Para os advogados, comparsas do ex-dirigente petista, foi estipulada uma pena de 5 anos de prisão a Amadeu Maués Filho e 7 anos e 7 meses para Celso Valério Vieira.

O regime de cumprimento da pena para os três condenados é o semiaberto, mas eles poderão recorrer em liberdade.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça