Decadente, Luxemburgo tenta aparecer e acusa Moro de “mandar matar” (Veja o Vídeo)

Já dizia uma velha expressão popular “Cada Macaco no Seu Galho”.

O técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo, após ter realizado uma carreira próspera, passou a ser um colecionador de derrotas no futebol e, talvez na ânsia de aparecer, desandou a dar opiniões em campos de atuação onde, pelo visto, não entende, não acompanha, é parcial e mente escandalosamente.

Disposto a bater no juiz Sérgio Moro, chega a acusá-lo de ter ‘mandado prender e mandado matar’.

Um absurdo inaceitável.

Não é a toa que a carreira do técnico é repleta de episódios macabros, envolvendo cheques sem fundo, perseguição a jogadores e vícios em jogos de azar.

Luxemburgo não é um sujeito decente.

Veja abaixo o seu depoimento nefasto, desonesto e irresponsável.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça