A triste candidatura do filho do homem condenado a mais de 100 anos de prisão (Veja o Vídeo)

É evidente que um filho não pode ser castigado pelos crimes cometidos pelo pai. Realmente, não é correto, não é justo.

Nesse sentido, submeter o homem, o se-humano, Marco Antônio Cabral, filho do ex-governador Sérgio Cabral Filho, a um castigo pelos crimes cometidos pelo pai, parece insensato.

Esta reclamação o jovem faz num vídeo, quando reafirma sua disposição de concorrer a um novo mandato de deputado federal.

Nesse caso, como candidato a um cargo eletivo, a história é um pouco diferente.

Fica difícil dissociar o candidato Marco Antônio Cabral, dos desmandos, da algazarra e da roubalheira patrocinada por Sérgio Cabral.

Aliás, foi essa ‘farra’ que lhe garantiu o primeiro mandato.

No vídeo abaixo, o deputado comenta sobre uma ‘fake news’ envolvendo o seu nome, diz que não é covarde e que será candidato a reeleição usando o nome ‘Cabral’.

Complicado para o garoto pedir votos com o pai na situação em que está. Talvez, fosse mais nobre, cair fora, abandonar a política e ir trabalhar como um cidadão comum em alguma coisa decente.

Tentar renovar um mandato eletivo com esse discurso de que não pode ser julgado nas urnas pelas ‘coisas erradas’ que o pai fez, é patético.

Veja o vídeo:

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política