Ministro do STJ perde batalha para Villa e vídeo fica no ar (Veja o Vídeo)

Um vídeo extremamente polêmico e eloquente do comentarista Marco Antonio Villa foi mantido no ar por decisão da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O vídeo foi exibido em 2016 no programa Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan.

O comentarista expôs no ar os vencimentos percebidos pelo ministro Joel Ilan Paciornik, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e comentou o caso, tecendo opinião que o magistrado considerou ofensiva.

Decisão da Justiça do Paraná determinou a retirada do vídeo do ar e impôs multa diária, caso fosse mantido.

A Rádio Jovem Pan recorreu e conseguiu a liminar para manutenção do conteúdo.

A ministra Cármen Lúcia em seu despacho explicitou que configurava-se no caso “um risco à liberdade de expressão”, estabelecido no artigo 220 da Constituição, que determina: “a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição”.

Abaixo, veja o vídeo:

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça