Queixa crime de Gilmar é medíocre, sem sentido e sem respaldo na lei

O ministro fatalmente sofrerá uma retumbante e vergonhosa derrota.

O ministro Gilmar Mendes acaba de propor queixa-crime contra o promotor de justiça Fernando Krebs, do Ministério Público de Goiás.

Em junho deste ano, o promotor, em referência às decisões do magistrado do Supremo Tribunal Federal (STF), classificou Gilmar como “O maior laxante do Brasil”.

O ministro quer agora que Fernando Krebs seja condenado pelo suposto cometimento dos crime de Injúria e Difamação, onde a pena pode chegar a dois anos de prisão, com afastamento do cargo.

Em outra frente de ataque, Gilmar representou contra Krebs no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para apurar uma eventual infração disciplinar.

A declaração de Krebs não se constitui em crime, de forma alguma. Muito pelo contrário, foi realizada com base em fatos de conhecimento público, não foi caluniosa, nem tampouco injuriosa.

O ministro fatalmente sofrerá uma retumbante e vergonhosa derrota.

A investida de Gilmar pode ter o efeito de um bumerangue.

É só aguardar.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas