A sociedade do advogado de Dilma com a advogada da JBS e o sumiço dos áudios

O ex-diretor da JBS Ricardo Saud, ‘homem da mala’ de Joesley Batista, certa feita afirmou que possuía gravações com o ex-ministro da justiça e ex-advogado de Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo.

Sempre prometidas, tais gravações nunca foram entregues ao Ministério Público.

Tudo indica que um sumiço foi dado na falação de Cardozo.

Há rumores de que o material continha coisas gravíssimas.

O tempo passa, o tempo voa... e para o cidadão mais atento, os fatos posteriores podem ser esclarecedores de segredos do passado.

Cardozo e Esther Flesch, advogada da JBS naquela época da declaração de Saud, hoje são sócios.

Parece que algo muito forte os aproximou.

Será?

Fonte: O Globo

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça