O “Testa de Ferro” dos Puccinelli, a origem humilde, a ostentação e o sofrimento da avó

O advogado João Paulo Calves, apontado pela Polícia Federal como testa de ferro de André Puccinelli Júnior no malfadado Instituto Ícone, foi escolhido a dedo para ficar a frente da ‘arapuca’.

Jovem sonhador, de origem bastante humilde, conheceu Puccinelli Júnior na faculdade de Direito, onde foram colegas e forjaram uma grande amizade.

Após se juntar ao filho do governador, pessoas do relacionamento do advogado, relatam que sua ascensão financeira foi fulminante.

O rapaz se transformou. Belos ternos, muita ostentação, carrão e a promessa de uma linda casa para a avó que o criou.

Aliás, segundo relatos de pessoas que o conheceram, da vida humilde o que restou foi a boa relação com a avó, que se orgulhava do sucesso profissional e financeiro do neto.

O outro neto, também criado por ela, optou por ser caminhoneiro, fato que também a orgulhava. Afinal, estavam os dois bem encaminhados.

Porém, com os demais amigos de infância, Calves mudou. Fazia de conta que não conhecia. O sucesso notoriamente subiu a cabeça.

Hoje está preso e a avó, a boa velhinha, envergonhada e sofrendo muito.

Ela descobriu a outra face do neto que criou com muito carinho.

E continua morando na mesma casinha. Não deu tempo de ganhar a prometida casa nova.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Lívia Martins

Comentários

Notícias relacionadas