A “censura” do Facebook e a infame e incoerente comemoração da esquerda

Censura? Não.

O Facebook é uma empresa privada e pode fazer o que bem entender com a sua política. Minha plataforma, minhas regras. Um direito inalienável e é constrangedor ver liberais pedindo intervenção do Estado por se considerarem injustiçados.

Mas, sempre mas, ao adotar critérios no mínimo discutíveis, abriram o flanco para o surgimento de um concorrente. Não é fácil, não é rápido, mas também não seria o primeiro império a ruir por calcular mal as consequências dos seus atos.

O melhor do liberalismo é justamente isso, e foi auspicioso descobrir que a esquerda também está achando bonito.

Segue o jogo.

(Texto de Marcos Hayun)

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Opinião