No imenso mar de lama, Delcídio sonha com candidatura e retorno triunfante para o Senado

O flagrante em que caiu Delcídio é incontestável. Tudo gravado.

A gravidade da situação foi tão óbvia que sua prisão foi imediatamente decretada pelo ministro Teori Zavascki, falecido recentemente num misterioso ‘acidente’ aéreo. Referendada pelo STF e pelo próprio Senado Federal, que mais tarde cassou o seu mandato.

Preso, o ex-senador reconheceu a sua conduta criminosa ao longo de sua carreira política e fez delação premiada.

Por absurdas e inexplicáveis questões ‘técnicas’, naquele processo de Obstrução da Justiça, Delcídio foi absolvido, assim como Lula.

Eis que presentemente, animado com a ridícula absolvição, se sentindo um injustiçado e se achando muito mais honesto do que Lula, o sujeito está estudando ser novamente candidato.

Segundo a Revista Época, ‘para poder se candidatar, a defesa de Delcídio precisaria reverter na Justiça sua inelegibilidade, uma vez que o político teve o mandato cassado em maio de 2016.O ex-senador vê boas chances de receber autorização para se candidatar porque a Justiça Federal o inocentou’.

Um absurdo lamentável que só a nossa patética Justiça é capaz de acolher.

Uma vergonha!

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas