Por negociação eleitoreira, PT comete segunda traição contra petistas

O PT mostra a sua verdadeira face em busca de vantagens promíscuas e eleitoreiras. É efetivamente um partido ‘golpista’. O PT não tem o menor constrangimento de deixar companheiro ou companheira na beira da estrada, sem lenço, sem documento e sem legenda.

No Ceará, por um acordo com Eunício de Oliveira, ‘golpista’ do MDB, o PT deixou o senador José Pimentel sem condições de concorrer a reeleição. Ele foi sumariamente excluído da chapa, por determinação de Lula.

Uma história semelhante se repete em Pernambuco.

Marília Arraes, a petista que seria candidata a governadora com apoio maciço da militância, foi abandonada por um acordo com Paulo Câmara, atual governador e candidato a reeleição.

Vale dizer que o PSB, partido de Câmara, apoiou o impeachment, com a sua efetiva participação. Ou seja, outro ‘golpista’.

Esse é o PT. O que vale é o poder pelo poder, custe o que custar, sem respeito e sem ética.

Marília afirmou que não acredita que Lula tenha referendado a retirada de sua candidatura e disse que vai recorrer a todas as instâncias partidárias. É uma tola. Vai perder. Lula está por trás de tudo.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política