Advogados eleitorais de Lula seguem a mesma linha de Zanin e confrontam ministro Fux

Quando se advoga totalmente sem razão, em confronto direto com a letra da lei, a situação fica extremamente complicada, sem saída.

Para tanto, a ‘solução’ que os advogados de Lula encontraram é o confronto, a agressão.

Assim tem se comportado invariavelmente os defensores do ex-presidente. Principalmente aqueles que atuam nas ações em Curitiba, nos processos da Operação Lava Jato.

Eis que presentemente, até mesmo os advogados eleitorais de Lula passaram a adotar essa verdadeira tática suicida.

O próximo passo do advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira é abrir fogo contra o ministro Luiz Fux.

De acordo com o causídico petista, o ministro antecipou sua posição a favor da inelegibilidade do ex-presidente Lula.

Diante disso, o plano petista é pleitear a suspeição de Fux.

A rigor, basta a simples leitura da Lei da Ficha Limpa para se concluir pela absoluta inelegibilidade do presidiário.

Será mais um embate inglório dos defensores do meliante petista.

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça