Linha auxiliar do PT reconhece a inelegibilidade de condenados em segunda instância

O PT e seus agregados, os partidos componentes da linha auxiliar, caso do Psol, reconhecem a inelegibilidade de condenados em 2ª instância, com uma condição, desde que não façam parte da dita esquerda brasileira, pusilânime e covarde.

Nesse sentido, estão a defender a candidatura do corrupto e lavador de dinheiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Para essa turma, ‘eleição sem Lula é fraude’.

Por outro lado, nesta terça-feira (7), o ex-governador do Paraná, Beto Richa, foi condenado em 2ª instância por uso indevido de verba pública.

Incontinenti, a executiva do Psol já anunciou que pedirá a impugnação do ex-governador.

O partido vai alegar que, após condenação em segunda instância, o tucano está inelegível.

Na realidade, qualquer eleição com criminoso condenado é fraude, independente da sigla partidária.

Fora Lula! Fora Richa!

da Redação

Comentários

Mais em Política