Com ex-advogado do PT na presidência, o STF fatalmente vai “collorir”

Imagine colocar o Collor pra gerir sua poupança no banco; Suzane von Rochthofen para tomar conta de seus pais idosos; Lula para cuidar daquele uísque que só pode ser aberto em ocasião especial; Freixo precisando algemar um ladrão.

E um ex-advogado do PT, no ápice do caso Lula, virando presidente do Supremo Tribunal Federal?

Não precisa imaginar: Dias Toffoli, reprovado duas vezes em concursos para juiz de 1ª instância, é o chefe do nosso poder Judiciário.

É o lobo fazendo o galinheiro de AirBnb.

João Ferreira

de Brasília (DF)

Siga-nos no Twitter!

Mais de João Ferreira

Comentários