Declaração de Diretor da PF aumenta o ódio petista contra Moro

Infame, inescrupuloso e sem o menor senso de Justiça. Assim é o PT.

Não importa se as decisões do juiz Sérgio Moro foram ratificadas pelas instâncias superiores.

Não importa se Lula roubou, aliás, isso é o de menos.

Não importa se todas as lideranças petistas se envolveram em esquemas escabrosos de corrupção e propina.

Nada importa.

O que vale para o PT é que um ‘juizeco’ de 1ª instância afrontou o seu ‘deus’.

E pior, percebendo as gravidades dos crimes cometidos pelo meliante petista, ousou colocá-lo atrás das grades, no xilindró.

Isso é imperdoável. A Organização Criminosa não admite.

Por outro lado, para aumentar ainda mais a ira petista contra o magistrado, o diretor geral da Polícia Federal, em entrevista concedida neste final de semana, revela que naquele dia 07 de abril, quando a ‘divindade’ totalmente embriagada tombou perante a lei, o juiz exigiu o cumprimento do mandado.

Disse o seguinte o delegado Rogério Galloro: ‘Moro exigiu que a gente cumprisse logo o mandado’.

Não importa que o juiz estivesse cumprindo o seu papel e exercendo a sua autoridade, exigindo da PF o cumprimento de uma ordem de prisão contra um criminoso condenado.

Contra Lula, é um absurdo, um abuso de autoridade.

Assim é o PT.

Infame, inescrupuloso e sem o menor senso de Justiça.

Só é certo o que favorece a organização.

Assim viveu o Brasil durante quase 14 anos.

Chega!

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas