Haddad trama falsidade ideológica

O crime de falsidade ideológica, de acordo com o Código Penal, é um tipo de fraude que consiste em inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante.

É exatamente o que pretende fazer o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, assim que o vice-poste for conduzido a condição de poste do presidiário, ele pretende registrar sua candidatura presidencial como Fernando Lula Haddad.

É fraude explícita.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política