Guido é réu, o mais repugnante da era PT

Guido Mantega já devia estar preso. Foi salvo pela lamentável fatalidade que acometeu sua esposa, já falecida, vítima de câncer.

É, sem dúvida, o mais repugnante réu da era PT.

Na condição de ministro da Fazenda, além de enveredar pelo mundo da propina e da corrupção, fez o que jamais poderia ter feito em função do cargo que exercia.

O ex-ministro mantinha duas contas não declaradas no exterior, com aproximadamente 2 milhões de dólares. Não informou nada sobre o dinheiro, nem mesmo para a Receita Federal. Um absurdo, inaceitável.

Uma demonstração da pequenez deste cidadão improbo.

Mais tarde, visando limpar sua barra, tentou repatriar a grana.

É mais um ex-ministro do PT, réu na Lava Jato.

Certamente, em breve estará no xilindró.

Esse merece...

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas