Advogado avisa André: a chance é a delação premiada

A situação se afunilou para o para o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli.

O tráfico de influência que sempre lhe garantiu a impunidade chegou ao limite.

Preso, tendo o próprio filho como parceiro de cela, repleto de crimes, o ex-governador está sem saída.

Sua última chance foi queimada nesta segunda-feira (13). O desembargador que havia lhe garantido a liberdade na outra oportunidade em que foi preso, manteve o decreto prisional.

O advogado de André, segundo fonte segura, praticamente entregou os pontos. Não vê saída e entende que a situação deverá piorar, notadamente quando advir a primeira condenação.

O aviso já foi dado ao meliante italiano.

Aqui se faz e, às vezes, se paga aqui.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Lívia Martins

Comentários

Notícias relacionadas