ONU mandando no Brasil? Não... espera!

Essa semana recebemos estarrecidos a notícia de que o Comitê de Direitos Humanos da ONU emitiu um parecer favorável à participação do presidiário Lula na campanha eleitoral para a Presidência. Num instante a quadrilha petista divulgou como se isso fosse uma ordem da ONU para que a Justiça eleitoral e a Justiça Federal permitissem tal aberração. Não passa de um engodo e uma distorção dos fatos.

Em primeiro lugar não foi a ONU quem deu uma ordem. Foi uma COMISSÃO da ONU quem RECOMENDOU a participação do Lula. Entre a ONU mandar e uma simples Comissão recomendar vai uma diferença enorme, até porque, a ONU não tem autonomia e nem autoridade para interferir na autodeterminação e no ordenamento jurídico de um país soberano. Para que isso tivesse algum efeito, teria que ser votado no Plenário da ONU e com maioria dos países concordando com tal aberração.

Vou fazer uma comparação simples. A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados tem a autonomia e a autoridade para editar uma Lei e impor sua efetividade? Não, não tem. Ela apenas analisa os PL's e faz o seu relatório, mas para que vire Lei, tem que ser votado no Plenário da Câmara, depois no Senado e ainda assim ser sancionado pelo Presidente da República. É a mesmíssima coisa. A Comissão da ONU não tem poder de impor absolutamente nada e nem o Plenário da ONU iria se dispor a julgar algo tão absurdo.

A infâmia e o ridículo dessa tal Comissão formada por esquerdopatas doentes chegou a tal ponto, que se dispõe a produzir um relatório placebo e fazer uma recomendação absolutamente estúpida, quando não a vimos em nenhum momento produzindo relatórios "recomendando" ao Islã para que pare de apedrejar mulheres, jogar homossexuais de terraços, imolar desafetos, e também para que cessem os ataques com gás sarin na Síria ou parem com ataques terroristas contra civis inocentes.

Quando foi que essa tal "comissão" se pronunciou em relação aos trabalhos forçados em diversos países? Quando foi que se manifestou contra a ditadura bolivariana na Venezuela, que produziu milhares de refugiados? Quando foi que abriu a boca contra a produção de armas nucleares no Irã? Interessante que a "grande preocupação" dessa tal Comissão seja a prisão de um ex-presidente corrupto que levou o país à falência, e a sua não participação em um debate político e cuja candidatura deve ser impugnada por razões óbvias.

Até o meu cachorro produz sobre jornais "relatórios" mais bem elaborados e com mais fundamentos do que essa tal Comissão de Direitos Humanos, que nada mais é do que um braço imundo do Foro de São Paulo dentro da ONU.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Marcelo Rates Quaranta

Comentários

Notícias relacionadas