Em encontro de delegados da PF, Moro diz que “Lava Jato é uma história de persistência”

Em mais um pronunciamento histórico, o juiz Sérgio Moro foi aplaudidíssimo no evento promovido pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, nesta quinta-feira (23), em Salvador, na Bahia.

Sobre a Lava Jato, o magistrado fez um paralelo com o caso Banestado e decretou: “A Lava Jato é uma história de persistência”.

“A Lava Jato, uma história de grande corrupção, é uma história de persistência. Porque várias das pessoas envolvidas também estiveram juntas na investigação do caso Banestado. Houve uma persistência de algumas pessoas em relação àquela investigação. Hoje ouço que o caso Banestado fracassou, que se protegeram políticos e casos de corrupção. Nada mais falso. Não se pode dizer que foi um insucesso, foi o sucesso possível para a época.”

E, com o brilhantismo de sempre, Moro arrematou:

“O caso Banestado envolvia megaesquema de remessa fraudulenta de dinheiro ao exterior. Mas é forçoso reconhecer que houve limites que não foram transpostos. Não se teve o mesmo apoio institucional que se teve agora na Lava Jato. Naquele caso o limite foi chegar aos doleiros, mas não foi possível avançar muito em relação aos beneficiários daqueles valores remetidos ilegalmente ao exterior. E também houve dificuldade na cooperação internacional.”

Noutras palavras, o caso Banestado foi fundamental para o pleno sucesso da Lava Jato.

Fonte: O Antagonista

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça