A primeira traição do PT no atual pleito foi questão pessoal

O senador cearense José Pimentel, sindicalista, ex-ministro da Previdência de Lula, ex-deputado federal por quatro mandatos, petista histórico e ex-secretário nacional de finanças do partido, foi alijado do processo eleitoral, impedido de disputar a reeleição.

Uma traição sem precedentes, com a interferência pessoal de Lula, de dentro da cadeia. Tudo para beneficiar a reeleição do presidente do senado Eunício de Oliveira, um ‘golpista’.

Pimentel está arrasado. Lula, como sempre, negou participação na decisão, referendada pelo diretório do partido.

O slogan da campanha de Eunício desmascara o presidiário: “O senador do Lula”.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política