A renúncia de Francisco

A carta divulgada no sábado (25) pelo arcebispo Carlos Maria Vigano é muito forte, direta, acusatória e pede a renúncia do papa.

"A corrupção alcançou o topo da hierarquia da Igreja", crava o arcebispo, ex-Embaixador do Vaticano em Washington.

A carta aberta diz que o papa teria anulado as sanções contra o cardeal McCarrick e ignorado as advertências internas sobre o comportamento sexual do cardeal com jovens seminaristas e padres.

Aos jornalistas, Francisco se negou a comentar o conteúdo da carta e disse “julguem vocês”.

A rigor, o arcebispo denunciante estabeleceu uma declaração pública de guerra contra o papado de Francisco.

O papa precisa falar...

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Crenças