Barroso tem a decisão fatal esta semana sobre o processo eleitoral brasileiro

Na próxima sexta-feira (31) tem início o horário eleitoral gratuito.

Cabe ao ministro Luís Roberto Barroso a decisão sobre a participação ou não de um sujeito manifestamente inelegível nas propagandas de rádio e TV, até que o Tribunal Superior Eleitoral julgue (e indefira) o seu pedido de registro de candidatura.

Permitir a aparição de um corrupto e lavador de dinheiro, cumprindo pena, inegavelmente macula o processo eleitoral.

É necessário que Barroso tenha serenidade e coragem.

Eleição com Lula é fraude.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça