Porque eu vou votar em Jair Bolsonaro

O que será lido aqui é, basicamente, destinado aos liberais, aos que não estão psiquiatricamente nem moralmente doentes (a ponto de votarem em candidatos do PT, PSOL ou PCdoB e aos intervencionistas:

Voto em Bolsonaro porque não houve Intervenção Militar no Brasil. Insisto enfaticamente na ideia de que DEVERIA ter havido e ainda faço a ressalva de que não sei se não vai haver, haja visto o aparelhamento (pela Organização Criminosa Petista) do Supremo Tribunal Federal por verdadeiros militantes esquerdistas como Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber e outros tantos prontos a declará-lo inelegível por qualquer motivo possível e imaginável.

Voto em Bolsonaro mesmo sabendo que não é forte seu conhecimento em Economia e que, na Área da Saúde, já se deixou influenciar por profissionais que defendem esta aberração chamada "Programa mais Médicos" e a patológica insistência em “saúde básica”.

Voto em Bolsonaro porque ele é, além do candidato dos liberais, o único que NÃO deixa dúvida com relação ao fato de NÃO estar comprometido POLITICAMENTE com a escumalha do Foro de São Paulo e sua consequência natural (segundo alguns só “Teoria da Conspiração”) que seria a URSAL.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe, mesmo que intuitivamente e sem expressar, que a Justiça vem antes do Emprego, da Saúde, da Educação e mesmo daquela área em que ele é mais forte – a Segurança – e porque, ao que tudo indica, ele vai dar uma “porrada” sem precedentes na Imprensa Vagabunda Petista do Brasil e nessa “coisa” que sobrou chamada “Universidade Federal” - antro de maconheiros, pedófilos, pederastas e aberrações morais de todos os tipos.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe a diferença entre trabalhador e vagabundo, puta e mãe e de família, entre doentes e bandidos e entre honestidade e corrupção. Bolsonaro não é um relativista moral como o candidato do Partido NOVO para quem, se a Economia estiver crescendo, se os impostos e os Ministérios diminuírem, está tudo bem mesmo que seu filho esteja tendo aula com um psicopata petista ou do PSOL que vai lhe ensinar sodomia, uso de drogas ou satanismo.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe que homens e mulheres são naturalmente diferentes em termos de capacidades e obrigações, moralmente iguais em termos de atenção que o Estado lhes deve, feitos um para o outro no amor e que eles NÃO merecem ser afastados por uma “Guerrinha de Sexos” que sempre foi uma artimanha da ralé esquerdista para dividir e acabar com a última resistência ao “Estado Total” - a família.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe a diferença entre álcool e crack, entre religião e terrorismo, entre música popular brasileira e hinos de traficantes de favelas.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe que crianças tem direito a um patrimônio cultural, histórico e psicológico da civilização judaico cristã que diz que “papai tem pipi” e “mamãe tem pepeca” e a criança não pode ser criada por um casal de veados maconheiros petistas ou sapatonas masoquistas do PSOL sem sofrer MUITO e ser DESTRUÍDA psicologicamente.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe a diferença entre médico e enfermeiro, entre psiquiatra e psicólogo, engenheiro e mestre de obras, sem com isso diminuir ou desvalorizar moralmente a história pessoal de um perante o outro; mas reconhecendo que a disciplina e a hierarquia se fazem necessárias no trabalho entre eles. Ele sabe que direitos e poderes IGUAIS exigem responsabilidades iguais perante à Lei e que a igualdade entre os desiguais é injusta. Ele sabe que os Vagabundos Petistas vem, desde 1980, estimulando “guerrinhas de classe” entre várias profissões porque “dividir para conquistar” é um ditado que até mesmo um troglodita do PT, PSOL ou PC do B entende e sabe usar - talvez ele até já tenha conhecimento ou imagine aquilo que estes marginais fizeram com minha vida e a vida de tantos outros médicos brasileiros.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe que ser negro, índio, mulher ou gay não é atestado de honestidade nem de bons antecedentes e porque Jesus Cristo não deixou “cotas” para entrada em seu reino como os psicopatas querem criar, até mesmo e se for possível, dentro de cemitérios.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe que discutir aborto, eutanásia, liberação das drogas e tantos outros temas polêmicos é um absurdo num país deixado em frangalhos por 13 anos de Ditadura Petista.

Voto em Bolsonaro porque ele sabe que quem deve (ou deveria) mandar no Brasil é a Justiça e não a ONU, a OTAN, a Declaração de Alma-Ata, a "Conferência das Ilhas Aleutas" ou seja lá quem for - ele sabe que a nossa obrigação DEVE ser em primeiro lugar com a Educação, Saúde e Segurança dos Brasileiros que estão em Roraima; não com venezuelanos, finlandeses, vietnamitas ou cidadão de qualquer outro país.

Voto em Jair Bolsonaro porque é minha última esperança no início de uma Contrarrevolução Cultural cujo resultado, com certeza, não poderei mais ver antes de morrer, haja visto o tempo que ela precisar para se concluir… e porque é a única opção que me restou.

Milton Pires

Médico cardiologista em Porto Alegre

Siga-nos no Twitter!

Mais de Milton Pires

Comentários

Notícias relacionadas