Agressão de Wadih Damous a ministro Barroso é gravíssima

Merece ser punido exemplarmente!

O deputado Wadih Damous, um dos três patetas articuladores do fracassado “Golpe do Plantonista”, é o mais legítimo representante da sordidez, da falta de respeito e de tudo que há de mais execrável na política.

Wadih é aquele deputado que há pouco tempo foi flagrado numa reunião petista fazendo considerações elogiosas ao ministro Gilmar Mendes.

“Gilmar é nosso aliado”, cravou o infame petista.
Vale até relembrar. Veja o vídeo:

Noutras palavras, para esse cidadão abjeto, os julgadores se dividem em duas categorias: aliados e inimigos. Gilmar é aliado. Favreto é aliado. Certamente porque fazem o jogo do PT.

O ministro Luís Roberto Barroso, que julga de acordo com a lei e a jurisprudência, não é aliado. É “frouxo”, “fascistinha”, “enrustido” e “cínico”.

Foram os atributos dispensados por Wadih Damous, logo após o ministro concluir o seu brilhante voto pela inelegibilidade do meliante Luiz Inácio Lula da Silva. Veja abaixo:

Wadih, pasmem, é ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/RJ.

Com certeza, por figuras como essa que a OAB se tornou essa entidade inerte dos tempos atuais.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas