Só Poesias: Infinito Amor

Tudo passou tão breve. Não sei se deveria ter sido assim. Mas foi. Tão intensamente, sem limites. Marcou por toda uma vida.


INFINITO AMOR
Tudo passou tão breve.
Não sei se deveria ter sido assim.
Mas foi.

Tão intensamente, sem limites.
Marcou por toda uma vida.
Não sairá nunca de dentro do
Meu coração.

Tanta emoção, tanto amor.
Sinto-me feliz.
Sim feliz de ter conseguido.
Amar de uma forma tão marcante

Valeu por todos os dias da minha vida.
Está guardado como uma preciosidade.
O divino sentimento que é o amor.

Não importa que não tenha sido pra sempre.
Na verdade o que é pra sempre?

Pra sempre é o que ficou dentro de mim.
Não te esquecerei nunca meu amor.
Tu fostes a pessoa mais linda, que a
Vida me apresentou.

Foi um poema com versos de amor
E um sonho infinito que se realizou.

Bastou pra trazer a minha vida, momentos
De intensa e real felicidade.

A onde tu estiveres, o meu coração ainda
Encontra com o teu coração.
E assim será por toda a eternidade.
*Solange Moreira de Souza*

SOU O QUE QUISERES
Eu
Sou o som
Do bater do coração
Sou uma lágrima
Vertida
Sobre uma rima de palavras
Que eu guardei de ti
Sou a força que me dás
Quando me sorris
E abres os teus braços
para sermos felizes
Sou a espera
Do amanhecer
Os teus olhos ao acordar
Sou o solo
Para tu andares
Sou a vida
Nas tuas mãos
Sou o que quiseres
Posso ser
O céu
A terra
O sol
O mar
O luar
Tu és
E serás
Sempre
O meu amor
E o meu sonhar.
*Mila Lopes*

A VIDA ENSINA-ME
A minha alma abre-se
Para os dias tristes
Com a mesma leveza da vida
Que me ensina a ser feliz
Todos os dias
Ensina-me também que tudo passa
E que o caminho não acaba
Quando a estrada termina
Que a poesia não passa
Mas sim continua
Na minha vida
É certo que eu tenho
Dias bons
E menos bons
Dias que me escondo
Nas esquinas dos desencontros
Mas também tenho
Bons tempos
Que limpam os caminhos
Da minha vida
Tudo lá fora se reinventa
Com a mesma frequência
Que o meu coração
Ama aqui dentro
Do meu peito.
*Mila Lopes*

"Hoje a poesia me calou
como se cada letra
fosse um beijo seu
Uma emoção me envolve
deixando o tempo parar
no momento exato
que te escrevo
querendo a emoção
quebrando as ausências
do teu sorriso...
quero te sentir em cada frase
em cada sonho compondo poesia
Quero me embriagar de ti
com o calor profano do teu corpo
Não quero que a ausência
acabe com o meu sonhar...
*Elaine Coletti"*

Alma
Com a alma e o coração
A ti me dou-o!
Me recebes como uma oração...
Preciso de ti para respirar!
Para sentir a vida
E minha angustia aliviar...
Em ti sou flor desabrochando!
Inverno que se esvai
Borboletas esvoaçando...
O teu calor me penetra as veias!
O teu olhar me despe a tristeza
O teu corpo simboliza a primavera
Em ti sou perfeição imperfeita...
No teu amor sou beleza.
*Maria Irene Frieza*

TU EM MIM
Pelas vielas existentes no meu EU
Caminho falando comigo mesmo ,
no silêncio absurdo que existe em mim.
Teu perfume guardado em minha lembrança,
insiste brincar de faz de conta comigo, sorri
trazendo-me você de volta ao meu pensamento.

Abusado, fazendo folia com minha a solidão,sorri
Faz que tudo parece real e eu tento te abraçar
mas, os meus braços já não te alcançam mais.

São sonhos de outrora que sempre retornam
na dança do tempo que não me deixam em paz
E não posso esquece-te, mantêm-se viva em mim.
*Joe Luigi*

CORAÇÃO SANGRA CALADO
O velho coração,
acostumado com tantas alfinetadas,
não mais se revolta,
apenas se cala.

Finalmente, cansou,
enfim entendeu,
cada um para si cria,
a verdade que lhe convém.

Não faz por mal não,
é fuga inconsciente,
é defesa da própria mente,
para fugir de triste realidade.

Sangra o coração,
sangra em silêncio,
para não ser mal interpretado,
assim errado não é julgado.
*Luconi*

ROTA ÚNICA
Sinto essa força que me atrai
e que me leva até você...
Mais forte do que ímã,
mais até do que a própria gravidade,
quando cola meus pés no chão!

É como aquela que faz
das marés prateadas, volumosas...
Sob o luar cheio no verão!

Meu norte, quando faz d’agulha,
bússola, pra navegar em suas águas,
e sem naufrágio no coração...
Sim, sinto bem fundo a fagulha!

É uma força que proclama:
‘Basta de ser ermitão!’

Por isso, busco seguro, pelo seu farol,
não me deixe assim, sem lua,
sem o brilho das estrelas!
Já sou pra sempre sua nau noturna!
Você, meu astrolábio ao sol!

Sinto sem medo, agora é a hora!
Ah, amor, não há mais dúvida...
Vamos atar de vez
em nó de marinheiro, bem apertado,
nossos polos pela vida afora!

Seja em terra firme,
seja no singrar dos 7 mares!
*P.Z./ Patrícia Zago*

QUERO UM MAR DE AMOR
Quero navegar em um mar de amor.
Conhecer um horizonte lindo,
onde o “céu mais azul”
e o “infinito amar” se fundem.
Quero navegar em um mar de amor,
com ondas calmas de ternura,.
sem tristezas por saudades,
pois de mim já se foi a solidão.
Mar de amor é assim,
com brisa leve de carinho
e ventos fortes de paixão.
Nas águas feito cristal,
quero soltar as amarras
deixar levar minh’alma sem rumo,
em busca de aventuras e sensações.
Sob nuvens brancas,
navegando em meus pensamentos,
com todo amor que transborda em mim,
quero sonhar todos os sonhos
e acreditar que são verdadeiros.
Quero um mar imenso “em olhar”
a acalmar a emoção,
que invade o meu coração
de renovadas esperanças.
Quero um mar de amor.
*Lenilce Azevedo*

Encanto...
Sentia saudades

De ti antes de te conhecer...
sentia depois de sabê-lo, sinto agora que te amo!

Hoje como ontem
Encantei-me ao olhar para ti
E todo o fulgor desta magia encantada
ao te ver
Minha alma e meus anseios foram somente teus!
Serás sempre meu porque te guardarei... Dentro de mim
Serei tua alegria e das tuas lágrimas... O consolo!

E na caminhada pela vida
O que levo de ti meu adorado é o que do mais profundo
De mim te dei...e te darei...
Porque amor é além da vida,
e a vida é além da morte.

E serei eu...
A estrela que te acompanhará em
todos os teus passos...
Serei o teu anjo!

E nas noites de luar cantarei para ti
as canções mais
Lindas e poéticas dos céus...
*Celina Vasques*

Aguas mornas ... das minhas mágoas!
Quedei meu corpo nu, em harmonia perfeita
Silenciei o brado do lamento de meu oculto soluço...
Afundei neste mar de contradições
Desabou sobre mim o tempo.Escutei meu coração e sonhei...

Sonhos fantasiosos
Derramei nas águas todas as minhas mágoas
Apagaram-se todas as mensagens
de meus versos onde eu escrevia esta dor esquecida...

Plantei sentimentos... Colhi devaneios
Fecho os olhos e vejo desenganos
Lembranças de uma viagem chamada solidão!

Às vezes choro só
Sentindo em minha pele as águas mornas
De uma maré cheia...
Ali morrem todas as minhas angústias... Na areia!
E assim, escureceu lá se foi o dia.
O nevoeiro envolveu tudo num véu de nostalgia
*Celina Vasques*


Quem sou?
Incertezas corroíam o meu interior
que temporariamente dissimulava
meu incoerente senso fugaz
Carecia surgir, renascer
mas a luta era inflexível e desproporcional.
Atordoada com a quietação absorta
meu sorriso furtava uma alegria desertora,
dissipadora, negligente e sem graça

Voltei-me. Precisava de estímulos
tamanho era o alheamento de mim
Apelei tentando anular minha insensatez
que por alguns instantes aquietou-se

A razão aflorou, mas não suplantou
os resquícios de ternura que existe em mim
Saberei quem sou amanhã?
*Marlene Gomes*

Eu sempre irei sonhar.
Guardo tudo que passo no coração
sem jamais parar.
Seguindo e tentando falar ao mundo de emoções
ao sonhar.
Esta é a forma de me dá fugindo sem nada tentar mudar.
Levar-te as estrelas é meu caminhar é te
oferta amor sem pensar.

Paro na realidade deparo-me com tanta tristeza.
Tapo os olhos e me entrego na escrita sem

nada sofrer este é o meu viver.
No meu sonho te levo ao mundo da ilusão aqueço
teu coração, e o meu vive a sofrer.
Beijo-te os lábios esqueço o tempo, teu cheiro

vive em mim sei que pode sentir.
Entrego-me a ti sempre encantada

acreditando no meu íntimo

que nunca irei te deixar cair. Meu mundo é quente vivo sempre nas fantasias já
disse adeus às noites frias
Estar de bem comigo e me entregar na poesia sem esquecer
que em algum lugar comigo tu vive a sonhar e sorrir
Sempre irei sonhar sem medo de ser feliz ao te amar.
*Marisa Torres*

Encontro-me!
Encontro-me
sempre que vejo um sorriso de criança
Sempre que consigo animar um idoso
e faze-lo sorrir, dando-lhe a ternura
e o abraço caloroso que ele tanto
anseia e que lhe falta muitas vezes,
demasiadas…

Encontro-me
sempre que acordo a cada manhã
com saúde e dou graças por estar viva
sorrindo para a vida e para o mundo,
para mim e para ti também.
Com todo o bem e beleza que a vida tem.
*© Catarina Pinto Bastos*

SOMBRA DE MIM
Então ficamos assim...
Eu sem saber de você
Você sem saber de mim

Tenho a alma em desalento
Pois o amor que me encantava
Renunciei! ...Joguei ao vento!

Percorro caminhos desconhecidos
Uns com pedras...poucos floridos
Trazer você comigo seria por-te
em desatino

E por amar-te loucamente
Preferi ser descontente
Abri mão...deixei-te ir!

Tornei-me estrela sem brilho...
Olhar perdido um vazio
E uma saudade sem fim
Vi que sem o seu afago
Sou folha seca divago
Restando só sombra de mim!
*Teresa Improta Monnier*

Esperando tua alma
No silencio que me corta
Vejo o nascer do sol
E a lua indo embora

Atravesso dias e noite
Tentando entender
Como posso te amar tanto
Se eu tenho que te esquecer

Sua ausência em minha vida,
Sua presença em meu espírito

Não sei qual foi o fim,
Se não vivemos o principio
Você me olha com repulsa
E eu somente te contemplo
Você me manda ir embora,
Minha alma te implora

Mesmo depois do teu desprezo
Eu fiz musica, poesia e poemas pra você
Mesmo depois da indiferença
Que me retalha, tudo que quero e te
Ver
Assim como tempo passa e o vento voa
Como o sol nascerá em cada amanhecer
Eu sei posso sentir, nunca eu irei esquecer

E se eu chegar envelhecer será tua presença
Em minha a alma, força pro meu coração
E se todos as noites eu chorar por tua falta
Não, não será em vão.
E se todas as manhas eu me lembrar de você
Será com carinho amor, e paixão
Porque enquanto minha alma respirar
Guardo-te em mim como precioso talismã.
*Bia Lira*

INDEFINIDA INSATISFAÇÃO
Não sei o que é!
Só sei que aqui está.
É uma sensação invulgar, que implode nas entranhas,
Espalhando uma angústia tamanha que quase não posso suportar.
É um querer sem saber,
Um desapego do agora... uma vontade de ficar... uma aflição pra ir embora.
É qualquer coisa sem definição,
Um trem sem estação,
Ou quem sabe apenas um vagão vazio.
É como estar sob o mais forte sol, e quase morrer de frio.
É ter assunto e não saber como falar,
Estar ao alcance e não poder tocar.
É ter o tema, e não escrever,
É se saber poeta, e não conseguir a poesia conceber.
É como seguir sem direção,
É qualquer coisa indecifrável,
Uma sensação forte, mas que chega de maneira afável.
É saber o que fazer, mas não saber como,
É o tant o faz ser aqui ou acolá...
É qualquer coisa que apenas há.
É algo que me deixa assim:
Sem rumo, sem destino, sem saber como lidar com o que está em mim.
*Gil Façanha*

POEMA " JANELAS DO CORAÇÃO "
Os espelhos da nossa alma,situam-se no coração.
Refletem imagens.... com a mais nitida perfeição.
Se o coração está feliz...Um olhar alegre brilhará.
À ternura do olhar, o coração sempre obedecerá.

O que o coração mostra,já combinou com o olhar.
A magia intima do coração tem muito por revelar.
No entanto há gente falsa..tendo muito a ocultar.
O disfaçe do olhar, consegue o coração enganar.
*AURORA M. FERREIRA C. MARTINS AFONSO*

Saudades de ti...
Até que retornes, ficarei a observar as mudanças dos ventos,
As fases da Lua, os entardeceres, as manhãs frias e madrugadas sombrias.
Até que aqui estejas e que permaneças ao meu lado,
O olhar que brilha ao encontro do teu,
Vagará por indeterminados caminhos,
Denso da tristeza que somente se vai quanto tu chegas.
Até que teus braços encontrem meu corpo
E neles permanecem acariciando-me a alma,
Sentirei o frio e o desatino da solidão que ao teu encontro não mais existe.
Até que sinta o calor dos beijos que calorosamente me conduzem,
Observarei o balançar das folhas,
O voo interminável dos pássaros e os invejarei a liberdade.
Até que o tempo me conduza a tua presença...
Sonharei...
É que o sonho me conduz ao teu espírito!
*Wanderlúcia Welerson Sott Meyer*

A vida é Agora.
“Diante da mudança de pensamentos, mudamos nosso modo de agir!
É impossível mudar o rumo da vida se fizermos sempre as mesmas coisas!
A inércia dos pensamentos induz à inércia das sensações!

Como mudar algo se o pensamento está cristalizado, focado no passado ou no futuro?

A vida é agora... E agora é preciso a mudança, a ação!
Aceitar, “perdoar”, compreender, prosseguir e abençoar!
Para haver progresso é preciso haver mudança, do contrário, a inércia fará parte da vida eternamente.
.
E pior, procuramos culpados... Quando na verdade tudo é responsabilidade exclusivamente nossa!
Silenciar, trabalhar, continuar... A vida não muda em nossa função, somos nós que devemos mudar em sua função!
Qual o preço a se pagar para mudar?
Qual o preço para permanecer no passado?
Ou viver alienado no futuro?
A vida é agora... E passo a passo, dia-a-dia, silenciosamente, flui!
Tudo o mais é ilusão!”
*Gênice Suavi*

Lembrava "Ele"

Lá estava ela, debruçada na janela novamente.

Fazia isso sempre que seu coração cheio de saudade, clamava por aquele que um dia se foi, deixando em seu coração um buraco enorme, que parecia um tanto menor quando ela ficava ali e contemplava por horas aquela estradinha, por onde viu seu amado partir.

As folhas caiam das árvores que balançavam com o vento naquele fim de tarde, a paisagem bela parecia querer lhe dizer algo, mas tudo que podia ver lembrava ele.

Lágrimas rolavam sobre a face da jovem apaixonada, a brisa da aurora que chegava, misturava-se com a água que corria de seus olhos, deixando ainda mais encharcado seu lindo rosto.

Realmente ela o amava. Já se fazia noite e ela ainda estava lá, a lua agora testemunhava a solidão daquela que tinha o coração em pedaços. A jovem não entendia por que o Amor, que é um sentimento tão nobre, pode fazer alguém sofrer tanto, e por que esse mesmo Amor pode levar pra longe, alguém que ele mesmo trouxe para tão perto.

Debruçada naquela janela, procurava em si mesma um motivo para continuar vivendo sem aquele que dava sentido a sua vida, mas não encontrava.

Ela não sabia explicar, mas de alguma forma conseguia sentir a presença dele ali, quando olhava para aquela estradinha, isso lhe acalmava um pouco o coração, mas não era capaz de conter as lágrimas que rolavam ainda mais pelo seu rosto, pois senti-lo, sem poder tocá-lo, ou ao menos vê-lo era algo horrível. Mas o amor que sentia por ele, dizia que um dia ele voltaria por aquela estradinha, e isso há colocava toda tarde debruçada na janela, onde tudo naquela maravilhosa paisagem lembrava “Ele”.
*Por: Fulvio Ribeiro.*

Vendem-se conselhos
Todos conhecem o famoso dito que diz: "Se conselho fosse bom, não se dava, se vendia". Mas se pudéssemos imaginar outra realidade, os conselhos seriam muito bem recebidos e valorizados e muitos receberiam verdadeiras fortunas ao vendê-los, seriam pessoas prósperas vendo seus conselhos aplicados e alcançando sucesso.
Quando penso nisso, lembro dos conselhos de meu pai, e por força do hábito lembro com bastante presença de dois e sempre os comento: Quando era pequena, em fase escolar e precisávamos nos relacionar na escola, ele me dizia que na escola seríamos amigos de todos, sem distinção, eram colegas e que para dentro de casa eu deveria levar amigos. Quando você é criança, a mente procura um significado para essas palavras, mas só o tempo lhe mostra o verdadeiro significado. Outro conselho que me lembro bem, agora já sou uma moça, sendo escolhida para estágios escolares, e nesse dia, estava bem perdida. Quis o destino que eu fosse estagiar no mesmo órgão que ele trabalhava. Não, ele não tinha nada a ver com isso, foram escolhidos apenas dois alunos da escola por causa das boas notas, e lá estava eu, rs. Entrei e observei tudo, eu iria trabalhar no andar térreo e senti uma pontada de insegurança ao observar as máquinas de datilografia elétrica e os terminais de computador, na hora da saída, o encontrei e lhe falei do meu temor. Ele não titubeou e me falou: Minha filha observe como os outros fazem, onde ligam os instrumentos e não diga que não sabe fazer, na primeira oportunidade, depois de observar tente fazer igual. Da forma que ele falava, parecia tão fácil! E era, o medo é que me cegava.
Com tudo isso fica pensando que se ouvíssemos os conselhos dos nossos pais, amigos, assessores e profissionais qualificados, não erraríamos tanto. Seria possível evitar-mos guerras, seríamos um povo mais desenvolvido, não daríamos ouvidos aos gananciosos que estão prontos a lucrar com nossa insegurança. Será que nossa vida seria mais fácil, vivida de forma mais responsável? Se aprendêssemos a ouvir mais, os conselhos seriam valorizados, e seriam gratuitos como sempre foram.
Será que seríamos diferentes? Deixaríamos de ser imediatistas? Aproveitaríamos a experiência de nossos velhos e aprenderíamos com seus conselhos? Vejo nossos idosos largados e isolados e seus conhecimentos se perdendo no tempo, levados como poeira. Quando vamos parar e escutá-los? Imaginem as infinitas possibilidades e saberíamos que o velho ditado, tem sentido em nosso presente, que merece ser ouvido e quem sabe façamos uma mudança audaciosa.
"Se conselho não fosse bom, eu não estaria aqui, me sentindo realizada!" E você? Gostaria de comprar um conselho?
*Betânia Uchôa

Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!

Mais de Maria Catherine Rabello

Comentários

Notícias relacionadas