Haddad nocauteia Gleisi

A briga nos bastidores entre Fernando Haddad e Gleisi Hoffmann terá um desfecho na próxima semana.

O presidiário, lá de dentro do xilindró, vai enviar uma carta para a militância e para o ‘povo brasileiro’, anunciando o ‘incompetente e mentiroso’ – nas palavras do deputado petista Andrés Sanchez – Fernando Haddad, como seu ‘herdeiro’ e candidato oficial do PT à presidente da República.

A decisão, segundo a Folha de S.Paulo, é definitiva e tem até data para o seu anúncio, dia 11 de setembro em Curitiba.

A carta de Lula foi batizada pelos petistas como ‘testamento político’.

Gleisi, que sonhava em ser a beneficiária da herança e vinha sorrateiramente atacando Haddad, está derrotada dentro do próprio partido que preside.

O sentimento da senadora é de ciúmes e extrema inveja.

Entre os petistas, ela conspirava pregando a fraqueza de Haddad como candidato. "O cara que ganhou a prefeitura de São Paulo de presente e não teve capacidade de sequer chegar ao segundo turno na disputa da reeleição, sendo derrotado de maneira vexatória por João Dória".

Nesse aspecto, Gleisi tem razão.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política