Haddad nocauteia Gleisi

A briga nos bastidores entre Fernando Haddad e Gleisi Hoffmann terá um desfecho na próxima semana.

O presidiário, lá de dentro do xilindró, vai enviar uma carta para a militância e para o ‘povo brasileiro’, anunciando o ‘incompetente e mentiroso’ – nas palavras do deputado petista Andrés Sanchez – Fernando Haddad, como seu ‘herdeiro’ e candidato oficial do PT à presidente da República.

A decisão, segundo a Folha de S.Paulo, é definitiva e tem até data para o seu anúncio, dia 11 de setembro em Curitiba.

A carta de Lula foi batizada pelos petistas como ‘testamento político’.

Gleisi, que sonhava em ser a beneficiária da herança e vinha sorrateiramente atacando Haddad, está derrotada dentro do próprio partido que preside.

O sentimento da senadora é de ciúmes e extrema inveja.

Entre os petistas, ela conspirava pregando a fraqueza de Haddad como candidato. "O cara que ganhou a prefeitura de São Paulo de presente e não teve capacidade de sequer chegar ao segundo turno na disputa da reeleição, sendo derrotado de maneira vexatória por João Dória".

Nesse aspecto, Gleisi tem razão.

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política