Zanin sofre derrota humilhante para defesa de Deltan e Lula terá que arcar com honorários

O Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou na tarde desta quarta-feira (5) a improcedência da ação proposta pelo abobalhado Cristiano Zanin contra o procurador da República Deltan Dallagnol.

Pela reveladora entrevista do PowerPoint, quando o presidiário foi apontado como Comandante Máximo do esquema criminoso do Petrolão, Lula pleiteava R$ 1 milhão a título de danos morais.

Perdeu! A justiça decidiu que não houve dano moral.

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, notável integrante da equipe da Lava Jato, esclareceu com precisão a decisão judicial:

O Tribunal de Justiça de São Paulo reconheceu aquilo que evidente. O powerpoint apresentado por Deltan Dallagnol no dia da denúncia de Lula apenas refletia as informações e argumentos da denúncia, sendo obrigação do Ministério Público informar a população das suas atitudes e decisões. Pensar diferente é ser contra a liberdade de informação e pensamento.
Lula, certamente, terá que arcar como os honorários advocatícios dos advogados do procurador, que ultrapassam a bagatela de R$ 100 mil.

É mais um prejuízo proporcionado pelo incompetente Zanin.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça