O mandante...

Radicalização.

Bem na semana da pátria, em que José Dirceu gravou um vídeo instigando claramente os “companheiros” para a luta radical, ocorre um atentado contra o líder nas pesquisas presidenciais, praticado por uma liderança de esquerda.

O cérebro do PT percebeu a possibilidade e a grande probabilidade da “onda” decidir a eleição no 1° turno.

A análise dialética da sua fala não deixa dúvidas disso.

Na mesma semana se publicam pesquisas contrárias ao sentimento de solidificação da liderança de Jair Bolsonaro, percebido maciçamente nas suas mobilizações, que reúnem centenas de milhares de brasileiros.

Nenhuma coincidência! Ao contrário, interesses convergentes.

A coisa está ficando clara! As instituições têm que vir a público. A democracia foi colocada em seríssimo risco.

Há um enfrentamento marginal à ordem.

A primeira providência é envolver os magistrados da Operação Lava-Jato num círculo judaico de segurança absoluta. A segunda é pôr a cabeça da serpente de volta na cadeia para cumprir seus 30 anos de condenação.

Se solto, sua convocação seguirá se materializando em tipos penais em forma de atentados, com autores diversos, escolhidas a dedo entre radicais postos em “missão” dispostos a matar e a morrer.

Sinal vermelho aceso!

Reage, Brasil!

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia

Siga-nos no Twitter!

Mais de Luiz Carlos Nemetz

Comentários

Notícias relacionadas