Na caça ao mandante, PF apreende todos os computadores de Lan House em Juiz de Fora

A Polícia Federal trabalha sem alarde, mas seguindo a linha de que o atentado sofrido pelo deputado Jair Bolsonaro teve um mandante.

A história criada pela Rede Globo, aventando uma possível debilidade de Adelio Bispo de Oliveira e sustentando que se tratava de um ‘lobo solitário’ está completamente descartada.

Na realidade foi mais um desserviço informativo prestado pela emissora.

Adelio era uma liderança de esquerda, detentor de 15.558 seguidores no Facebook e ativista atuante nas redes sociais.

Nesta segunda-feira (10), silenciosamente, a PF apreendeu todos os computadores de uma lan house em Juiz de Fora.

O criminoso frequentava o local diariamente, mesmo possuindo um notebook e quatro celulares, dois deles com acesso a internet.

Para não deixar pistas, Adelio utilizava os computadores da lan house para fazer contatos com pessoas que não podiam ser contactadas a partir de seus próprios aparelhos ou de seu notebook.

Por outro lado, a análise das declarações de Adelio, notadamente da audiência de custódia, demonstram que se trata de uma pessoa bem articulada, que escolhe as palavras a serem ditas e que tem uma linha bem definida, pensada e bem longe da debilidade.

Adelio estava no estrito cumprimento de uma missão e, como ele próprio disse, “houve um imprevisto”.

Veja abaixo o vídeo com a íntegra da audiência de custódia:

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas